Futebol de Salão










História do Futsal
    futsal-historia A história do futebol de salão tem dois possíveis surgimentos. A primeira versão é de que o esporte teria nascido no Brasil e os primeiro praticantes foram os integrantes da “Associação Cristã de Moços” de São Paulo. Mais ou menos no ano de 1899, por falta de espaço e de campos para praticarem o futebol, eles jogavam em quadras de vôlei. Já na outra versão, o futsal teria sido inventado por Juan Carlos Ceriani Gravier, uruguaio e professor de educação física da “Associação Cristã de Moços” (ACM) de Montevidél-URU.

    Até o ano de 1948, o esporte já começava a criar uma identidade: os jogos tinham entre cinco e sete jogadores (cada time) e a bola foi ficando mais pesada. Essa última medida foi tomada para que a bola saísse menos do jogo. Com a ajuda de João Lotufo (Secretário Geral da Associação Cristã de Moços-ACM) e Asdrúbal Monteiro (Diretor da Educação Física da ADM) foram-se criando regras para que o jogo pudesse ficar padronizado e organizado. Foram eles que determinaram o número de jogadores (cinco) para cada time e a maioria das regras que temos hoje no esporte.

    Em 1954 foi iniciada a primeira federação de futebol de salão e em 1957 foi criado a Confederação Brasileira de Desportes (CBD) visando unificar e uniformizar as regras do futsal. Posteriormente outras federações seriam criadas como as do Sergipe, a federação da Bahia, Ceará e outras. A prática do esporte, por diversos outros motivos, foi crescendo em popularidade e em número de praticantes em todo o Brasil.

    O próximo passo para o crescimento do esporte foi tomado em 14 de setembro de 1969. Essa data marca o inicio da Confederação Sul Americana de Futebol de Salão (CSAF). Dois anos mais tarde, em 25 de julho de 1971, nascia a Federação Internacional de Futebol de Salão (FIFUSA), que teve como primeiro presidente o brasileiro João Havelange. A FIFUSA estava em constante crescimento, assim como a prática do futebol de salão. Eventos de grande porte, como mundiais do esporte, começaram a ser organizados. O primeiro Pan-Americano de futebol de salão aconteceu em 1980, no México, e teve as seleções de Brasil, México, Paraguai, Uruguai, Argentina, Bolívia e Estados Unidos, tendo o Brasil como campeão. O primeiro mundial, em 1982, teve participação da seleções de  Argentina, Brasil, Costa Rica, Tchecoslováquia, Uruguai, Colômbia, Paraguai, Itália, México, Holanda e Japão. Foi vencido pelo Brasil com uma vitória de 1 a 0 contra o Paraguai na final.

    Com o sucesso desse novo esporte, a FIFA, (entidade máxima do futebol) tentou assumir o controle dessa nova modalidade. Tentativas de fusão entre a FIFUSA e a FIFA foram planejados mas nenhum vingou. A partir daí uma série de divergências entre as duas entidades começaram a serem mais visíveis. O nome “futsal” por exemplo foi criado pela FIFUSA, por a FIFA proibir o uso do nome “Futebol” numa modalidade que não fosse controlada por ela. Posteriormente a própria FIFA adotou o nome e criou uma espécie de nova categoria do futebol de Salão: o futsal.

    Existe, de fato, diferenças entre o futsal e o futebol de salão. Algumas regras de jogo e outros detalhes, como peso da bola e formas de punição diferenciam os dois esportes. Mas a principal diferença é mesmo o órgão que organiza cada uma das modalidades. A FIFA, depois de ter “criado” essa nova categoria conseguiu que as grandes confederações de futsal, inclusive a do Brasil, se filiassem à ela. Sendo assim a FIFUSA perdeu força e acabou extinta no início da década de 90.

     Futsal-BolaAdotando a proposta de manter o estilo do “tradicional futebol de salão” ex integrantes da FIFUSA não filiados à FIFA criaram a Associação Mundial de Futsal (AMF). Já a FIFA foi definitivamente reconhecida, pelo Comitê Olímpico Internacional como única entidade a realizar campeonatos de futsal e tem feito o futsal crescer ainda mais em importância diante os outros esportes em cenário mundial. Prova disso foi a participação no Pan-Americano de 2007 e a participação na Olimpíada de 2016, mesmo sendo em caráter de exibição. Saiba mais sobre esportes olímpicos

    Tradicionalmente masculino, o futsal, assim como o futebol, tem visto as mulheres ter seus primeiros passos para ter tradição nesse esporte. No Brasil, por exemplo, desde 2005, elas competem em três campeonatos nacionais: Taça Brasil, Campeonato Brasileiro e a Liga Feminina de Futsal. A Seleção Brasileira de Futsal Feminino já dá mostras de que pode ser tão vitoriosa quanto a masculina: são bicampeões sul-americanas (2005-2007)

    Pela FIFUSA foram organizados três campeonatos mundias masculinos: dois vencidos pelo Brasil e um ganho pelo Paraguai. Pela FIFA, é feita a Copa do Mundo da modalidade de três em três anos desde de 1989, sendo que o Brasil já ganhou seis edições do evento; Espanha duas vezes e Paraguai uma vez.